UA Open Campus

Como é ser estudante da Universidade de Aveiro? Estamos a preparar o evento que te vai permitir descobrir. 10, 11 e 12 de maio de 2017

Como reagem as bactérias a um metal tóxico?

Como reagem as bactérias a um metal tóxico?

Tomando como exemplo uma bactéria gram-negativa, o Rhizobium sp., serão analisados os efeitos que a exposição a um metal tóxico, como o Cd, provocam e os mecanismos induzidos pela bactéria para combater estes efeitos: danos celulares e mecanismos de tolerância.

Ensino Superior

Danos celulares e mecanismos de tolerância

Efeitos da exposição a metais tóxicos

Stresse oxidativo

A atmosfera atual contém cerca de 21% de oxigénio e o metabolismo da maioria dos organismos está adaptado a este nível de oxidação. No entanto, em certas condições os organismos experienciam stresse oxidativo mais elevado que tem de ser rapidamente controlado para evitar danos ou morte celular, sendo induzidos mecanismos antioxidantes. Estes mecanismos incluem biomoléculas antioxidantes de baixo peso molecular e enzimas com atividade antioxidante. Tomando como exemplo uma bactéria gram-negativa, o Rhizobium sp., serão analisados os efeitos que a exposição a um metal tóxico, como o Cd, provocam e os mecanismos induzidos pela bactéria para combater estes efeitos (o stresse imposto). A análise inclui os danos celulares infligidos à bactéria, os mecanismos de tolerância induzidos pela bactéria como a imobilização extra e intracelular dos iões Cd ou a resposta antioxidante e as alterações ao metaboloma volátil.

Horários(1)

  • 10 de maio

    15.00 - 15.30

    40 vagas

Inscrições
Últimos Tweets
Instagram